quarta-feira, outubro 06, 2010

Cassey era uma garota simples, não tão segura de si, mas sonhava alto, tinha seus planos, mas poucas vezes os colocavam em ação. Não era a mais popular no colégio (estava no 1° ano), mas tinha lá seus amigos -e aqueles não tão amigos também-. Sua beleza era de longe inigualável, uma índia dos olhos puxados cor de cobre, cabelos negros e lisos feito seda, pele morena aveludada. Vista de longe qualquer um poderia dizer que era o centro das atenções em qualquer que fosse o lugar que ela estivesse. Mas ela era diferente, não de propósito, era apenas ela.
Sua inteligência assustava a quem ousasse julga-la apenas pela aparência, destacava-se sempre nas aulas sem nenhum esforço. 
Tinha dois melhores amigos: Dan e Jake. Eram os três mosqueteiros!
Cassey tinha um terceiro melhor amigo: seu diário, o mais confidente de todos, o mais precioso talvez, o guardião de todos os seus segredos mais profundos.

-"Querido diário, o primeiro dia hoje foi simples, até mais fácil do que eu imaginei que seria o "primeiro dia de aula como veterena", hunf, como se isso desse alguma diferença. (pausa)
Os meninos estão mais esperançosos, "é agora ou nunca: as gatinhas calouras vão cair matando em cima de nós", disse o Jake para o Dan." - Jake, Jacob Green era moreno, dos olhos verdes como esmeraldas, alto, de um corpo bem favorecido de musculos (que ninguém sabia da onde vinham, talvez alguma herança genética), conhece Cassey desde o primário-. Fazia o papel do amigo engraçado, e se sentia responsável por Cassey, um tipo de irmão.
Já o Dan -Danniel Collins, branco feito neve, cabelo castanho escuro, olhos negros, alto igual ao o Jacob, tinha um fisico bonito, mas nada exagerado demais- fazia mais o tipo sarcástico, era difícil saber quando ele falava sério ou de brincadeira, tinha uma mania de reagir estranhamente a tragédias ou discussões, e também tinha lá seus segredos. conheceu Cassey e Jake a mais ou menos cinco anos por volta do 4° ano. Daí em diante se tornaram inseparaveis.
"...Acho que eles não vão tomar jeito tão cedo (risos). Mas ainda assim, amo aqueles dois.
Ah, me lembrei, também, como poderia me esquecer... o Lucas Parker, continua divino, hoje ele sorriu pra mim, em forma de comprimento, Meu Deus, como o Senhor pôde me deixar sem aquele sorriso três meses? Uma maldade, devo dizer. Mas em fim, parece que ele continua com a Brittany Sparks. Apesar dos dois serem lindos, tenho que confessar que eles não combinam, talvez pelo fato dela ser uma aproveitádora, só o pobre do Luck não vê isso.
Diário, hoje é isso, estou morrendo de sono, havia me esquecido de como a escola me consumia, mas de uma forma boa, gosto de lá. Amanhã te conto mais.
Boa noite querido.

Um comentário:

Gih Teixeira disse...

Muuuuuuuuuuuiiiiiiittttoooo D+!!!
É vc q escreve? Responde lá no blog.
Bjinhos caramelo!!!!