segunda-feira, agosto 01, 2011

Caio, meu querido e doce Caio

Cansado, cansado. Quase não dormi. E não consigo tirar você da cabeça. Estou te escrevendo porque não consigo tirar você da cabeça. Hesito em dizer qualquer coisa tipo me-perdoe ou qualquer coisa assim. Mas quero te contar umas coisas. Mesmo que a gente não se veja mais. Penso em você, penso em você com força e carinho.
- Caio Fernando de Abreu

Um comentário:

Laís Pâmela disse...

Meu Caio, todo lindo.