segunda-feira, abril 30, 2012

Não teve nome

Domingos. Panico na Tv. Cinema. Amizade Colorida. Mc Donalds. Sofá. Coberta. “Amor”. Piada. Escada. Cara feia. Mensagem. Implicância. Ciúme. Paranoia. Filme. Pizza. Cumplicidade. Rio. Branquela. Uma noite. Compartilhamento de conhecimentos alheios. Segredos. Frio. Chuva. Ano Novo. Alcool. 4 meses. Mais 4 meses. 
Dor. Saudade. Tristeza. Decepção. Dor de novo. Muito choro… Amor próprio. Pedra. Fria. Calculista. Mais estupida.
Último texto.

3 comentários:

Carlos Eduardo (Duh) disse...

Ótimo texto...

Só espero que não seja o último, assim como nele está escrito! ¬¬

Vai ser ver comigo, dona Beatriz Correa (Xicó)! u.u

Marcos Maciel disse...

Não adianta, não mesmo, por mais que diga que é assim, eu vejo amor, em seus olhos eu vejo amor.

Maay Reeis disse...

Parabéns pelo blog,simplesmente fantástico o seu post,a sua forma de escrever..
Adorei o seu cantinho.rs
Se quiser da uma passadinha no meu:
http://comamoremaiscaro.blogspot.com.br/

grande beijo.sz