quarta-feira, abril 27, 2011

Pra viver e pra ver, não é preciso muito. ♫

Acho complicado: Quando eu era criança, sempre sorria pra todo mundo que passasse por mim, mesmo que eu estivesse triste, eu sorria pra elas, por que sempre gostei de sorrisos, e sorria na esperança de sorrirem de volta, por que eu sempre gostei muito de sorrisos, eles sempre me fizeram um bem danado... Não era sempre que alguém devolvia, afinal todos tinham e tem seus problemas para se preocupar, ou estão tristes demais para dar um sorriso.
Bom, eu cresci... E não perdi esse hábito, já tentei, mas sorrio até pro tiozinho na fila do pão, por mais que eu esteja triste, com raiva... mas não é de propósito, não quero ser Miss Simpatia... Eu só continuo pensando que sorrisos tem poderes... Houve pessoas que me chamaram de boba, até falsa... houve quem achou ruim, inoportuno... Daí eu não entendo, todos falam tanto que sorrir é o melhor remédio, e logo eu que não acredito nisso, dou mais valor a um sorriso do que os que tanto falam.
Uns tempos atrás, tava tudo tão ruim, indo de mal a pior, a ponto de eu considerar minhas ultimas opções, tava tudo destruído aqui dentro, tudo em milhares de pedacinhos inpossiveis de serem colados novamente algum dia... chorava, ficava sem dormir, tinha dores de cabeça... mas ninguém percebeu. Ninguém percebeu por que eu acho que ninguém deve sentir a minha dor, acho injusto. Então eu sorria. Me chamam de boba, boçal, inoportuna, infurtunia, infantil... Eu continuo sorrindo, por que se eu for explicar tudo, serão mais pessoas além de mim mesma chorando.

"Legal ficar sorrindo à toa,toa
Sorrir pra qualquer pessoa
Andar sem rumo na rua" ♪

Um comentário:

Pamela Dal'Alva? disse...

agora sim bia. ta bonitão em rsrsrs .. ha tbm tenho essa manina de sorrir p pessoas q nem conheço... rsrs sei la pq, mas tem gente q retribui ^^ .. Ps: tem um errinho la em cima . kisu