sexta-feira, julho 02, 2010

A distância desperta os sentimentos que nunca assumimos.

-Daí quando você menos espera, você é surpreendido. As vezes o que precisamos fazer, é apenas fechar os olhos, respirar fundo, e pararmos nós mesmos de sentir, pelo menos por um minuto, para que o outro tenha a chance de sentir também.

Pessoas tem um jeito estranho de nos surpreender... Talvez um gesto, uma palavra...
No geral, essas pessoas que tendem a nos surpreender, são as que escondem ou tem vergonha de demonstrar o minímo de afeto, um abraço de despedida para uma viagem longa, por exemplo, pode vir a significar tanto,  que chega a criar ou apenas fortalecer laços que na teoria, sempre existiram.
Quando se trata de uma relação que envolve duas pessoas que atuam como irmãos, por exemplo, se os dois não estiverem dispostos a se doarem, dificilmente a relação será boa. Um não pode querer um abraço enquanto outro quer achar motivo para briga.
Mas agora eu entendi perfeitamente o que acontece...Nós somos iguais demais, vemos os defeitos que temos um no outro. Somos iguais até mesmo nos nossos diferenciais.
Sabe aquele ditado: "Dois bicudos não se beijam"? É claro que não se beijam! Pensamentos iguais demais acabam trazendo controversas. Mas eles se abraçam, por que são irmãos!

-Eu te amo muito meu irmão, e você me ama! E por mais que nenhum de nós dois arruma isso, ambos sabemos: quando você precisar, sempre haverá não só uma mão, mas um corpo que valerá um exercito para te ajudar e proteger sempre que precisar.

E nesse momento tão especial na sua vida... a única coisa que eu posso fazer, e te desejar TODA felicidade possível...

MUITAS FELICIDADES, IRMÃO.

Bella.

Um comentário:

Letícia disse...

AAAAAAAAAAH , que bunitinho *----*